Lindo Salvador, Aldeia da tradição, Lindo Salvador, Terra do meu coração...
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007
Wireless ...
Aquando da minha passagem pela nossa aldeia, Salvador, vieram-me aos ouvidos rumores que o jornal "Reconquista" tinha elaborado uma entrevista com os dois impulsionadores do sistema wireless instalado.  Sistema que embora ainda precise de uns alisamentos de arestas, pois a cobertura total ainda não é uma realidade, tenho de felicitar pela ideia e empreendorismo. Chegado à minha segunda casa, a minha primeira foi, é e sempre será o Salvador, corri à net e fui pesquisar acerca desta noticia. Encontrei dois retalhos de noticias dando conta do feito, um do jornal Sol e outro do igov, que passo a transcrever:

Noticia do jornal "SOL"
Jovens «montam» acesso à Net sem fios em Salvador.
Dois jovens da aldeia de Salvador, freguesia do concelho de Penamacor, conseguiram, a partir de uma brincadeira de amigos, alargar o acesso à Internet sem fios a toda a localidade, revela o Reconquista.

Rodrigo Lucas e Hélio Silva começaram a jogar, há alguns anos, cada um na sua casa, através de um sistema sem fios. A brincadeira tornou-se séria a partir do momento em que decidiram alargar o sistema sem fios a toda uma freguesia, para tornar o acesso à Internet em algo habitual. Hoje esse objectivo foi plenamente alcançado.

«O objectivo era que o sinal chegasse a todas as ruas, o que foi conseguido», disse Rodrigo Lucas àquele jornal regional. Para tornar isto possível foi necessário instalar várias antenas em pontos estratégicos da aldeia, como a sede da Junta de Freguesia e até a torre da Igreja.

Mas a iniciativa encontrou no serviço de Internet, fornecido pela Portugal Telecom, um dos obstáculos ao projecto. Durante meses a aldeia lutou por um serviço de Internet por banda larga condigno, conseguindo levar o caso até à Assembleia da República. Mas mesmo assim «foi pedido um pacote de 4MB, que, actualmente, não chega a um mega e meio», explica Rodrigo Lucas.

Na prática, o serviço prestado actualmente é mais lento que o desejável, mas o facto de existir uma internet grátis não é sinónimo de roubo de clientes à PT.

«Apesar de haver uma internet grátis na localidade existem muitos utilizadores com internet ADSL com assinatura, o que demonstra que uma coisa não invalida a outra», sustenta Hélio Silva. Isto acontece porque o serviço prestado gratuitamente tem as suas limitações, para permitir um acesso igual a todos os utilizadores.

O sistema instalado faz limitação de banda por utilizador, impedindo que um ou dois utilizadores do serviço açambarquem o sinal. Isso faz com que «todas as pessoas acedam à mesma velocidade», explica Hélio Silva. Tudo funciona em sistema Linux, o programa operativo gratuito que serve de alternativa ao Windows, e há ainda um dispositivo que armazena a informação a que os utilizadores acedem.

A primeira vez que o ficheiro é solicitado demora mais algum tempo, mas depois disso fica armazenado no servidor e o utilizador seguinte abre-o em poucos segundos. A actualização da informação é feita automaticamente.

Os promotores limitaram ainda o acesso a downloads de ficheiros de filmes, música ou sítios para adultos. Hélio Silva diz que «a intenção deste tipo de serviço é fornecer uma internet funcional, de forma a garantir as necessidades básicas dos utilizadores», como o acesso ao correio electrónico, bancos na Internet, Finanças ou Segurança Social, evitando que os habitantes ou visitantes da aldeia tenham de se deslocar a Penamacor para beneficiarem deste tipo de serviços.

Durante as férias permite ainda o acesso à Internet por parte dos emigrantes ou outros naturais da freguesia que visitam a aldeia por estes dias. No resto do ano «as pessoas que têm familiares lá fora podem falar com eles ou ver-se através de webcam», diz Rodrigo Lucas.

O projecto de Internet sem fios encontra-se a funcionar há poucos meses mas os resultados estão à vista. Segundo Rodrigo Lucas «em média, temos cerca de seis computadores ligados, mas já estiveram perto de trinta diferentes». Uma adesão corroborada por Hélio Silva, que está convicto de que «duplicou ou mesmo triplicou o número de utilizadores na freguesia».

A Junta de Freguesia de Salvador, que financia o projecto, investiu cerca de 1500 euros na compra de equipamento. O resto do trabalho foi feito pelos dois jovens, que aos fins-de-semana aplicavam o tempo livre na montagem de todo o sistema.

Para ter acesso à Internet sem fios em Salvador basta ter um computador com uma placa wireless e configurar o aparelho para «ler» o sinal. As instruções de configuração estão em vários pontos da aldeia. Os computadores portáteis mais recentes já têm este dispositivo mas os mais antigos podem ser equipados com um aparelho que pode ser adquirido a partir de 20 ou 30 euros.

O projecto desencadeou ainda um comportamento curioso. Neste momento «os miúdos de 13 ou 14 anos estão a ensinar os mais novos», abrindo a Ludoteca da aldeia e tomando conta dessas crianças, explica Hélio Silva. No futuro quase tudo é possível, da disponibilização de serviços da Junta de Freguesia até à transmissão por Internet das festas da aldeia.

 

 


 

Noticia do igov

 


Junta de Freguesia de SalvadorAo fim de meses e meses de autentico «calvário» para conseguir que a banda larga chegasse à aldeia, a população da Junta de Freguesia de Salvador, no concelho de Penamacor, conta hoje com um sistema de acesso à Internet sem fios (wireless) totalmente gratuito, graças à carolice de dois jovens da aldeia estudantes do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
O projecto, que começou como passatempo entre os dois jovens, Rodrigo Lucas e Hélio Silva, transformou-se numa plataforma que hoje beneficia toda a aldeia. Para tal, foram instaladas várias antenas em pontos estratégicos da aldeia. O sistema foi implementado sobre Linux e integra um dispositivo de armazenamento da informação a que os utilizadores acedem. Para assegurar o acesso a toda a população, o sistema faz limitação de banda por utilizador e limita o acesso a downloads de ficheiros de filmes, música ou sítios para adultos.
Em declarações ao jornal Reconquista, um dos jovens responsáveis pelo projecto, Rodrigo Lucas, afirma que “O objectivo era que o sinal chegasse a todas as ruas, o que foi conseguido”, isto apesar dos obstáculos colocados pelo serviço de Internet fornecido pela PT. Mesmo após o longo período de «luta» junto da PT para a instalação de um serviço de banda larga razoável na aldeia, que obrigou inclusive a levar o caso à Assembleia da República e junto de José Socrates, o acesso continua a ser mais lento do que o desejável. “Foi pedido um pacote de 4 megas mas actualmente não chega a um mega e meio”, justifica Rodrigo Lucas. E defende que o facto de existir uma Internet grátis não é sinónimo de roubo de clientes à PT.
O investimento na aquisição do equipamento necessário foi assegurado pela Junta de Freguesia de Salvador, num montante que ascende a cerca de 1500 euros. Todo o trabalho de instalação e desenvolvimento foi feito à custa dos tempos livres dos dois jovens.

 

 


 

Peço a todos os Salvadorenses que tenham fotos, noticias, novidades e queiram vê-las colocadas neste blog que me as enviem para os mails: salvador4ever@sapo.pt ou salvador4ever@gmail.com


 

tags:

publicado por salvador4ever às 14:09
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De rodrigolucas a 10 de Setembro de 2007 às 17:24
Quero antes de mais agradecer pela divulgação do artigo e também dizer que a cobertura é total em todas as ruas da aldeia. Em relação ao sinal em cada local está dependente de equipamento para equipamento, o teste foi feito com um computador portátil da marca ACER e modelo 1691. Caso tenham dificuldades em se ligar a rede não hesitem em me contactar em vez de dizerem que a cobertura não é total.

P.S. O sinal que chega ao interior das habitações também está muito dependente do tipo de construção da mesma, situação essa que leva as pessoas interessadas a adquirirem equipamento auxiliar para aumentarem a força do sinal.


De tm a 18 de Setembro de 2007 às 02:44
por acaso sabe-me dizer qd se realizou a anterior edição do serra acima (ou seja a de 2006), o dia exacto?
Tenho procurado essa informação e não a encontro em lado nenhum. Obrigada.


De salvador4ever a 27 de Setembro de 2007 às 23:27
desculpe so responder agora, mas tenho andado um pouco atarefado. Se a memoria não me falha a edição do serra acima de 2006 teve lugar nos dias 16 e 17 de Setembro.
Saudaçoes Salvadorenses


Comentar post

NOVIDADES ...

Festas de Verão em louvor de Santa Sofia - 31 de Agosto a 03 de Setembro de 2012
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts Recentes

Um artesão de concertinas

Festas de Verão em Salvad...

ZCM 3419 - Época Venatóri...

Roubo do sino da capela d...

A triste matemática ... 1...

Festa de Santa Sofia 2011

POSTO DE CORREIOS

FESTAS EM HONRA DE SANTA ...

Convivio em Lisboa - Parq...

Salvador coberto de neve ...

Arquivos

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Agosto 2011

Agosto 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

tags

2008(2)

2009(3)

2010(2)

adsl(2)

associação(3)

bandalouka(2)

caça(4)

campo frio(2)

cartaz(4)

espanha(2)

festa(10)

idoso(2)

javali(2)

montaria(2)

onda m(2)

padaria(2)

penamacor(23)

portugal(2)

salvador(32)

santa sofia(9)

todas as tags

LINKS
As minhas fotos
Eu ...
blogs SAPO
subscrever feeds